Pós – 2015 e a Teoria do Desenvolvimento II

Os Resultados das OID

De um modo geral ao olharmos para a evolução do PIB per capita em África podemos considerar que é uma evolução muito favorável nos últimos 15 anos. No continente há vários países com taxas de crescimento elevadas e sustentáveis. O Indicie de Desenvolvimento Humano, que procura medir o bem-estar e o grau de satisfação também se registou um crescimento elevado. Veja-se por exemplo o Relatório do PNUD sobre Desenvolvimento Humano em 2014

Esses resultado não invalidam que os índices, apesar de apresentarem um forte crescimento, em comparação com outros tempos, são ainda baixos e distribuídos de forma irregular entres os diversos países. grosso modo, esse crescimento está baseado na venda de matérias primas e recursos naturais. Isso é um elementos preocupante para prespectivar a sua sustentabilidade não. Não só há regiões onde não não existem matérias -primas para alavancar esse crescimento, como não se está a verificar uma relação entre o acesso a bens e serviços e os investimentos em educação, saúde e no combate à pobreza. A questão da igualdade de oportunidades no acesso aos benefícios não parece estar a verificar-se. Em suma este crescimento económico não parece relaciona-se com a diminuição da pobreza que, indubitavelmente, nestes últimos 15 anos se alcançou.

Crescimento Inclusivo

Como fazer com o crescimento económico pode reduzir a pobreza. Emprego e produtividade. Em áfrica produz-se pouco com fraco rendimento. O desemprego é uma má medida. A maioria da população trabalha em setores informais. Emprego vulnerável. 4/10 africanos tem menos de 1 U$ por dia. Crise de transformar o crescimento em emprego.

Agenda 2015. trazer para a discussão da agenda a questão da natureza do desenvolvimento económico

Como fazer uma agente ativas

Lição.  É importante ter objetivos. Ambiciosas, comunicar. Mobilizar

É necessário que os objetivos sejam mobilizados pela população.. Fazer chegar as pessoas os objetivos.

Haver uma harmonia entre as diferentes organizações internacionais.

Desafios. Juntar os objetivos. A ajuda ao desenvolvimento versus aplicação de politicas públicas. Um objetivo único.

O mundo da cooperação internacional hoje é diferente. Há países emergentes e não querem ser doadores.

O problema do que mostram os números.

A questão da igualdade, governação, conflito, vai dificultar a formulação dos conflitos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s